O QUE É CRIATIVIDADE?

Para entendermos melhor o que é a criatividade, convém entendermos a origem da mesma.

A palavra criatividade vem do latim creatus, que significa criar, do verbo infinitivo creare. E, de acordo com o dicionário Houaiss, criatividade pode ser definida como “a qualidade ou característica de quem […] é criativo; inventividade; inteligência e talento, natos ou adquiridos, para criar, inventar, inovar

A criatividade pode ser aplicada em qualquer área da vida. Ser criativo é “think outside the box” (expressão em inglês que significa pensar fora da caixa), ou seja, pensar de forma diferente. É ser original, não seguindo as normas pré-establecidas e nunca imitando o que já foi feito milhares de vezes.

No âmbito das artes, a criatividade artística consiste na capacidade do indivíduo de criar obras com valor e com elevado grau de diferenciação em relação a outras obras. Uma obra criativa pode ser uma pintura, um livro, um graffiti, uma escultura ou um edifício, por exemplo.

Criatividade e inovação

A criatividade e a inovação são dois conceitos que andam de mãos juntas. A criatividade é essencial para pessoas que querem inovar, inventar, criar coisas novas.

É importante referir que a criatividade não necessariamente significa criar alguma coisa do zero, muitas vezes significa inovar, ou seja, melhorar alguma coisa já existente.

À criação de novas ideias e conceitos também se lhe dá o nome de inventividade, pensamento original, pensamento divergente ou imaginação construtiva. Trata-se de conceitos que implicam o acto de inventar algo novo (isto é, recorrer ao engenho), a capacidade de encontrar soluções originais e a vontade de mudar o mundo.

OS DIFERENCIAIS DE UMA MENTE CRIATIVA

A criatividade move o mundo. A ciência define a mente criativa como a mais difícil de entender, mas existem características que todo criativo tem em comum.

Características de uma mente criativa

Veja abaixo as características que todo criativo possui.

Sonham acordados

Sonhar acordado é uma característica fundamental de quem tem a mente criativa. Enquanto está preparando uma comida, por exemplo, o criativo fica divagando sobre aquele plano interessante, aquele projeto certeiro, ou ainda um método para alavancar as finanças.

Observam tudo

Está passando na rua e tem uma folha caída em cima de uma lixeira. “Olha, que folha interessante para juntar com aquele adubo orgânico que estou pensando em fazer”. Sim! É desse jeito que os criativos andam na rua: as nuvens, as placas, os carros e até o ar podem trazer ideias fabulosas para o criativo.

Funcionam melhor em determinado horário

Se você sente muito sono durante a tarde, provavelmente seu melhor horário para desenvolver ideias é pela manhã, ou de madrugada. E isso não é um problema: o criativo sempre tem um horário melhor para trabalhar.

Necessita de solidão

Está trabalhando em um projeto e prefere ficar sozinho? Este é o caminho para a criatividade. Barulho e desenvolvimento de ideias não combinam, e o criativo não sabe trabalhar com muita gente em volta dele.

Constante busca por novas experiências

O criativo nunca está satisfeito com pouco. Ele sempre quer mais e, por isso, está sempre investindo em outros planos e pensando em novas formas de desenvolver suas ideias. O criativo nunca fica parado.

Coragem para arriscar

Sem dúvidas, o criativo não tem medo de colocar a “cara para bater”. Ele arrisca e realiza suas ideias. A coragem vem de dentro e, se não der certo, o criativo sabe que pode tentar novamente amanhã.

Dica essencial para os criativos: Ande sempre com um papel e uma caneta. Se tiver uma boa ideia, anote e transcreva depois.